Lita Ford – Dangerous Curves (1991)

R-2173787-1313574757.jpeg

4a4e7-downloadpic3Dangerous Curves é o quinto álbum de estúdio da carreira solo da roqueira britânica Lita Ford. Embora fosse seu trabalho mais forte, o disco não conseguiu o destaque desejado por conta das mudanças que ocorriam na indústria. A sonoridade do álbum seguia a risca seus dois álbuns anteriores, Lita e Stilleto. Ou seja, um trabalho pendendo mais para o hard rock, com alta influencia da cena hair metal. Em outras palavras: músicas bem construídas, com bons riffs de guitarra e refrão marcante, dando um ar mais comercial às canções. “Larger Than Life”, “What Do Ya Know About Love?” e “Shot of Poison” começam o álbum em grande estilo. As duas primeiras são um pouco mais pesadas, enquanto “Shot Of Poison” retrata bem o som que rolava nas FMS da época, com bastante teclado e distorção bem dosada.

Lita Ford – Dancin’ On The Edge (1984)

lita_ford_dancin_on_the_edge.

4a4e7-downloadpic3Dancin’ on the Edge é o segundo álbum de estúdio da carreira solo da roqueira britânica Lita Ford. Foi lançado em 28 de maio de 1984, com o selo Mercury Records e produção de Lance Quinn. Também é seu último lançamento com a Mercury Records antes de sair para assinar com a RCA Records. Este álbum contou com a nova banda de apoio de Lita Ford, composta pelo baterista Randy Castillo (que mais tarde tocou para Ozzy Osbourne e Mötley Crüe), Aldo Nova nos teclados e contou com o baixista Hugh McDonald, que atualmente é o baixista do Bon Jovi. Dancin ‘on the Edge superou o sucesso de sua estréia “Out For Blood” em vendas. Seus vídeos para os singles, “Gotta Let Go” (co-escrito por Jeff Paris, creditado sob seu nome real Geoffrey Leib) e “Dressed to Kill” também foram apresentados em alta rotação na MTV. O último vídeo apresentou uma participação especial do noivo de Lita, Tony Iommi. Lita Ford fez uma turnê pesada em apoio ao álbum durante a maior parte de 1984, culminando em um especial pré-Headbanger’s Ball para a MTV. O álbum alcançou o 66º lugar do quadro da Billboard 200 dos EUA.  O álbum resultou na primeira indicação de Lita Ford para Melhor Performance Feminina de Rock Vocal no Grammy Awards em 1985.

Lita Ford – Lita (1988)

727679f7e14f5f765f7296865cd824d7_l

4a4e7-downloadpic3Lita é o terceiro álbum de estúdio da carreira solo da roqueira britântica Lita Ford. O álbum foi lançado no dia 02 de Fevereiro de 1988, com o selo RCA Records e publicado pela primeira vez com a supervisão da nova gerente Sharon Osbourne. Os músicos Don Nossov e Myron Grombacher, mais conhecidos por serem a seção rítmica da bem sucedida cantora americana Pat Benatar, se juntaram à Ford para as sessões de gravação, enquanto Charles Dalba e Tommy Caradonna tocaram bateria e baixo durante a turnê promocional. O álbum alcançou o 29º lugar no ranking Billboard 200 e produziu os singles de sucesso “Close My Eyes Forever” (um dueto com Ozzy Osbourne) e “Kiss Me Deadly”, que alcançou os números 8 e 12 respectivamente na Billboard Hot 100 chart “Kiss Me Deadly” foi eleita a 76ª melhor canção de hard rock de todos os tempos pela VH1 e “Close My Eyes Forever” é apresentada no video game Karaoke Revolution Presents: American Idol Encore.

Lita Ford – The Bitch Is Back…Live (2013)

600x600bf

4a4e7-downloadpic3The Bitch Is Back … Live é o segundo álbum ao vivo de Lita Ford. O álbum tem esse nome por causa da música de Elton John “The Bitch Is Back”. Lita fez um cover dessa música em seu álbum Living Like a Runaway e gravou ao vivo para este álbum. Este álbum apresenta gravações da apresentação de outubro de 2012 da Ford no Canyon Club em Agoura Hills, Califórnia. O álbum concentra-se principalmente no material do álbum de Lita Ford, Living Like a Runaway, e seu álbum de maior sucesso, Lita, embora ela tenha gravado uma música de Stiletto, uma de Out for Blood, e uma de Dancin ‘on the Edge.