Golpe de Estado – 10 Anos ao Vivo (1996)

disco6mg6

4a4e7-downloadpic3O primeiro albúm ao vivo do Golpe de Estado, chamado “Dez Anos ao Vivo” saiu pela Paradoxx Music em 1996, o Golpe de Estado teve sua primeira mudança na formação, com a saída de Catalau. Problemas pessoais fizeram com que ele deixasse de cumprir seus compromissos profissionais, chegando a perder um show e a não comparecer no estúdio para gravar duas canções que também entrariam para neste disco. Quem assumiu o vocal foi Rogério Fernandes (Fickle Pickle e Eletric Funeral) nas canções “Todo Mundo Tem um Lado Bicho” e “Cada um Bate de um Jeito”.

Golpe de Estado – Nem Polícia, Nem Bandido (1989)

Golpe-de-Estado-Nem-Policia-nem-Bandido_7898951002074

4a4e7-downloadpic3Nem Polícia nem Bandido é o terceiro álbum de estúdio da banda de hard rock Golpe de Estado e o primeiro com a gravadora Eldorado. Nem Polícia Nem Bandido chega em 1989 pela gravadora Eldorado, e com este disco abriram para o Jethro Tull e Nazareth. Com os estabelecimentos onde tocavam sempre cheios, o Golpe de Estado já estava consolidado na cena paulistana, inclusive tocando com certa frequência na rádio FM 97 Rock.

Golpe de Estado – Zumbi (1994)

GOLPE-DE-ESTADO-ZUMBI_7898951002098

4a4e7-downloadpic3Zumbi é o quinto álbum de estúdio da banda de hard rock Golpe de Estado e o último com a formação original. Zumbi foi o primeiro álbum a ser lançado no formato CD, onde optaram por um caminho diferente do que haviam seguido até então; a faixa-título, por exemplo, teve sua letra escrita por Rita Lee, além de cantarem sua primeira canção em inglês, “Slow Down”, juntamente com covers de “My Generation”, do The Who e “Hino de Duran”, de Chico Buarque. Com Zumbi também começam alguns problemas para o Golpe de Estado; a gravadora Eldorado se perdeu no planejamento, liberando apenas 2000 CDs iniciais, que se esgotaram rapidamente, além dos boatos de que Zinner estaria deixando o Golpe, surgidos após o baterista também passar a tocar na banda de Rita Lee.

Golpe de Estado – Forçando a Barra (1988)

lp-golpe-de-estado-forcando-a-barra-vinil-raro-D_NQ_NP_239501-MLB20362506530_072015-F

4a4e7-downloadpic3
Forçando a Barra é segundo álbum de estúdio da banda de hard rock Golpe de Estado, sendo o último pela gravadora Baratos Afins. Forçando a Barra saiu em 1988 e até contou com a participação da dupla Arnaldo Antunes e Branco Mello (Titãs) em Onde há fumaça, há fogo. Naturalmente bem mais coeso que o trabalho anterior, as canções estavam soando ainda mais rock n´roll e até mesmo mais dançante, e faixas como Moon dog, Parte do inferno, Noite de balada e Cobra criada foram muito bem aceitas pelos fãs.

Golpe de Estado – Golpe de Estado (1986)

850xN

4a4e7-downloadpic3Golpe de Estado é o álbum de estréia da banda brasileira de hard rock Golpe de Estado, lançado em 1986. Simplesmente batizado de Golpe de Estado, o disco chegou ao mercado em 1986 com certa diferença em sua concepção, pois era um vinil com um dos lados em rotação 33 rpm e o outro em 45. Com a confusão na hora de tocar o vinil, muitos ouvintes das rádios paulistanas acabaram ouvindo “Olhos de guerra” na rotação errada. O álbum vende rapidamente cinco mil cópias, um número considerável em se tratando de um lançamento independente