Vários Artistas – Bat Head Soup : A Tribute To Ozzy (2000)

“Bat Head Soup: A Tribute to Ozzy” foi um álbum realizado em 2000, por diversos nomes do cenário heavy metal mundial, em tributo ao músico Ozzy Osbourne. Conta com a participação de Mark Slaughter, Tim “Ripper” Owens, Yngwie malmsteen, Tommy Aldridge, Lemmy Kilmister, Eric Singer, Brad Gilles, Richie Kotzen, Dee Snider, Michael Porcaro, Jeff Scott Soto, Paul Gilbert, Joe Lynn Turner, Bruce Kulick, Vince Neil, George Lynch, Gregg Bissonette, entre outros.

Ozzy Osbourne – Ordinary Man (2020)

ozzy

4a4e7-downloadpic3Ordinary Man é o décimo segundo álbum do cantor britânico Ozzy Osbourne, lançado em 20 de janeiro de 2020. Seu primeiro single, “Under the Graveyard”, foi lançado em 8 de novembro de 2019. O disco conta com o baixista Duff McKagan, do Guns N’ Roses, o baterista Chad Smith, do Red Hot Chili Peppers, e o guitarrista e produtor Andre Watt. Para a gravação de Ordinary Man, o Madman em vez de trazer sua banda para o estúdio, resolveu se cercar de bons amigos. Sendo assim, as guitarras ficaram a cargo de Andrew, o baixo foi todo gravado por Duff Mckagan e a bateria por Chad Smith. Amigos de peso, não é? Não satisfeito, ainda convidou Slash, Elton John, Tom Morello e Post Malone, para participações especiais. Convenhamos, não é uma mistura das mais homogêneas, mas o resultado acabou sendo surpreendentemente bom. Musicalmente, temos uma viagem por toda a carreira de Ozzy, partindo do Sabbath setentista, passando por sua carreira solo, e terminando no ponto onde 13 – o último trabalho do Black Sabbath – parou. Fora isso, em algumas canções, sua música é transposta para os dias de hoje, com um toque mais moderno na produção. Se você é fã da carreira de Ozzy Osbourne, esse é um álbum feito sob medida para você, dada as diversas referências contidas nele a carreira do Madman, tanto no período do Black Sabbath quanto na sua fase solo. Nesse ponto, o fato de Andrew ter não só produzido o trabalho, como também co-escrito, com a ajuda de Ozzy, Duff e Chad, ajudou muito no resultado, já que fez com que o Príncipe das Trevas saísse de sua zona de conforto dos últimos trabalhos. É o melhor álbum de sua profícua carreira? Sinceramente não, mas é digno de toda a sua importância na história da música pesada, e se significar o final de sua caminhada musical – ao menos em estúdio -, terá sido um belo ponto final!

Ozzy Osbourne – US Festival 83 (1983)

ozzyosbourne-complete-us-festival1

4a4e7-downloadpic3Ainda abalado pelo recém falecimento do guitarrista e sua alma gêmea musical Randy Rhoads (morto em um acidente aéreo, em 1982), o madman Ozzy Osbourne apresentava pela primeira vez ao público seu novo guitarrista Jake E. Lee. Precisamente às três da tarde Ozzy entra no palco vestido como um xamã. Ele hipnotizou a audiência com “Crazy Train”, “Mr. Crowley” e clássicos do Sabbath como “Paranoid”. Apesar do estado físico limitado, pois boatos diziam que subiu ao palco com três úlceras, o vocalista fez um show inesquecível.

Iron Horse – Black & Bluegrass : A tribute To Ozzy Osbourne (2004)

500x500

4a4e7-downloadpic3Graças à MTV, Ozzy Osbourne e sua família são nomes familiares – uma espécie de Beverly Hillbillies  século 21. Black & Bluegrass: A Tribute To Ozzy Osbourne e ao Black Sabbath não poderiam concordar mais. Traduzindo os vocais angustiados de Ozzy com harmonias altas e solitárias, e gritando guitarras para banjos relâmpagos, esta coleção dá à música do fundador do heavy metal o tratamento bluegrass. Realizada pelo Iron Horse e apresentando clássicos como “Crazy Train”, “Paranoid” e “Mama, I’m Coming Home”, Black & Bluegrass faz um tributo tão bom quanto o pão de milho da mamãe – com um lado de cabeças de galinha e morcego.