Skank – Siderado (1998)

76f76e7e6fd556839f98ebfe7867a1ad.1000x999x1

4a4e7-downloadpic3Siderado é o quarto álbum do Skank. Em contraste aos trabalhos anteriores, o produtor Dudu Marote foi trocado pelos britânicos Paul Ralphes (que também produziu Kid Abelha, Cidade Negra e Engenheiros do Hawaii) e John Shaw em busca de uma sonoridade nova, que incluíram a canção acústica que foi a primeira música de trabalho, “Resposta”. Gravado nos lendários Abbey Road Studios, Siderado vê Samuel Rosa realizar novas parcerias, com Marcelo Yuka, d’O Rappa (“Do Ben”, sobre Jorge Ben Jor) e Rodrigo F. Leão, do Professor Antena (“Saideira”). Há as participações especiais de Daúde em “Don Blás”, e do grupo de percussão mineiro Uakti, em “No Meio do Mar”. “Mandrake e os Cubanos” teve um videoclipe na MTV, que transformava o baterista Haroldo Ferretti no mágico Mandrake, um cafajeste, um hippie, uma gueixa e em John Lennon.

Skank – Estandarte (2008)

R-8491242-1462658364-7572.jpeg

4a4e7-downloadpic3Estandarte é o décimo álbum do grupo brasileiro de rock Skank, lançado em 2008. O álbum marca a volta de Dudu Marote na produção depois de 12 anos, marcando uma retomada do grupo para as músicas dançantes de trabalhos anteriores, distanciando do formato canção com fortes influências de britpop dos últimos discos. Apresenta 12 músicas inéditas, parcerias de Samuel Rosa com Chico Amaral, Cesar Maurício e Nando Reis. Participação especial inclui a cantora Negra Li.

Skank – Skank (1992)

Skank-1993

4a4e7-downloadpic3Skank é o álbum de estreia do grupo de rock brasileiro Skank, lançado em 1992. Inicialmente lançado como CD independente em 1992, foi relançado pela Sony Music no selo Chaos no ano seguinte. Duas músicas do disco chamaram mais atenção: “In(Dig)Nação” (eu…fiquei indignado) foi cantada pelos caras-pintadas na época do impeachment de Fernando Collor, e “O Homem Q Sabia Demais” foi escolhido pela Rede Globo para integrar a trilha da novela Olho no Olho.

Skank – Calango (1994)

1994-CAPA-CALANGO-e1407758632565

4a4e7-downloadpic3Calango é o segundo álbum da banda pop mineira Skank, lançado em 1994. Vendeu 1,2 milhão de cópias. Mostra as influências do reggae muito fortes, com complexos arranjos de metais (sax, trompete e trombone) em praticamente toda faixa. Segundo o líder Samuel Rosa, o disco é uma mescla da sonoridade dos anos 1990 com características musicais da década de 60. O nome vem de um ritmo vindo do estado da banda, Minas Gerais, que consiste em dois cantores improvisando, num “duelo” – como retratado na faixa “A Cerca” que envolve dois caipiras discutindo. Dentre as músicas há baladas (“Jackie Tequila”, “Te Ver”, “O Beijo e a Reza”), glorificação do rural (“A Cerca”, “Amolação”) e crítica social (“Esmola”, “Pacato Cidadão”).

Skank – Cosmotron (2003)

5236703_1GG

4a4e7-downloadpic3Cosmotron é o sexto álbum de estúdio da banda brasileira de rock Skank lançado em 2003. Contém notável influência dos Beatles e do Clube da Esquina. Este disco é considerado como um grande salto na carreira do quarteto, refletindo um amadurecimento tanto nas melodias quanto nas letras. Conduzido pela canção “Dois Rios”, o disco recebeu originalmente criticas mistas positivas citando o flerte da banda entre a MPB e a música pop britânica. Este disco vendeu por volta de 210.000 cópias, segundo o site da própria banda

Skank – Radiola (2004)

2004-CAPA-RADIOLA

4a4e7-downloadpic3Radiola é uma coletânea musical da banda brasileira Skank, lançado em 2004. O álbum possui oito hits dos álbuns Maquinarama e Cosmotron, e quatro canções novas: uma regravação de “Vamos Fugir”, de Gilberto Gil, feita para a campanha de verão das sandálias Rider; um cover de “I Want You, de Bob Dylan (mesma canção que inspirou “Tanto”, do álbum Skank), gravada no final de 1999 para um tributo a Bob Dylan que nunca chegou a ser lançado; e as composições próprias “Onde Estão?” e “Um Mais Um”. Radiola vendeu 210.000 cópias. Foi lançado na Espanha com quatro faixas bônus, sendo elas “Resposta”, “É Uma Partida de Futebol”, “Garota Nacional” e “Supernova”